Depoimentos

 

     Esta é uma seção aberta dedicada à depoimentos de pacientes, colaboradores e voluntários que conheçam o trabalho do Instituto Valentim.


  • Maurício Henrique dos Santos, Diretor de Relações Públicas e Assistência Social da Associação Paulistana dos Condutores de Transporte Complementar. Organizador do evento realizado nesta em 18 de agosto de 2010.

     “A iniciativa do Instituto Valentim é muito gratificante. A gente vê que o Dr. Paulo [Valentim] gosta do que faz.

     Precisaríamos de mais pessoas que fizessem ações como essa. Tem que se doar para fazer esse trabalho. É um tipo de diagnóstico que exige sair a campo para encontrar quem está doente, porque as pessoas não vão espontaneamente em busca de fazer o exame.

      Como organizador do evento, também foi gratificante ver que o trabalho foi bem aproveitado pelos funcionários e associados. Tanto é que o exame de prevenção de câncer foi o primeiro de outras campanhas que pretendemos realizar, como campanhas para exame de visão, de diabetes, pressão arterial. E mais para frente também convocaremos os familiares dos funcionários e associados para serem examinados.”

 


  • Márcia Aparecida de Oliveira – Teve seu pai examinado pela Equipe do Instituto Valentim através da Unidade Móvel, em 02 de dezembro de 2007. 

     “Em dezembro de 2007, meu pai foi examinado no evento de prevenção de câncer de boca e laringe realizado pelo Instituto Valentim através da Unidade Móvel (ônibus) no Centro Esportivo e Educacional Senador José Ermírio de Morais. Através desse exame foi constatado um tumor de laringe em meu pai. Fomos devidamente orientados e meu pai encaminhado para tratamento gratuito através do SUS, onde foi operado com sucesso pelo Dr. Paulo Jorge Valentim e sua equipe”.

     “O nosso muito obrigado, não temos palavras para agradecer, torcemos para que esse trabalho possa continuar ajudando muitas pessoas”.

   


  • Higina Correa de Mendonça – Examinada pela Equipe do Instituto Valentim através da Unidade Móvel, em 15 de outubro de 2006.

     “Fui atendida na Igreja Época da Graça, na Av. Salim Farah Maluf, no mês de outubro/2006. Foi detectada uma lesão no meu nariz, e eu não conseguia encaminhamento e nem meu próprio convênio estava resolvendo meu problema”.

     O trabalha do Instituto Valentim e do Dr. Paulo Jorge Valentim é algo maravilhoso, uma coisa muito boa para todas as pessoas que não tem condições de pagar um médico. Digo a todos que não tenham medo de fazer exame em um ônibus, pois as pessoas têm uma idéia que ser examinada em um ônibus não resultará em nada. O trabalho realizado através do ônibus do Instituto Valentim é uma coisa muito séria, assim como as pessoas que estão envolvidas neste trabalho: Dr. Paulo Jorge, os voluntários, inclusive o Sr. Adilson.

     Eu sou muito grata, rezo todos os dias para que a equipe do Instituto Valentim tenha muita saúde e força para continuar este trabalho que é desgastante, visto que eles atendem muitas pessoas dentro do ônibus e tudo isso é gratuito.”.

 


  • Clodoaldo Néri de Lima – Examinado pela Equipe do Instituto Valentim através da Unidade Móvel, em 06 de outubro de 2007.

     “Fui examinado no ônibus do Instituto Valentim, no dia 06/10/2007 no Grupo Espírita Batuíra, onde foi encontrada uma doença em minhas cordas vocais. Fui plenamente encaminhado e tratado pela equipe do Dr. Paulo Jorge Valentim, porque foi constatada a presença de um câncer em minhas cordas vocais (...)”.
“Quero confessar que não acreditava na possibilidade de ser examinado em um ônibus e receber um atendimento tão eficiente e especializado. A minha idéia era que dentro do ônibus só encontraria estudantes e curiosos. Pela força do meu filho fiz o exame e fui prontamente socorrido”.
Se eu fosse descobrir o câncer normalmente pelas vias do SUS eu não teria a menor chance, pois tenho 85 anos e é muito difícil encontrar consultas especializadas.

     Quero agradecer ao Instituto Valentim, a todos os seus voluntários, ao Dr. Paulo Jorge, e dizer que o ônibus deve continuar indo a bairros pobres para encontrar possíveis casos de câncer. Senti muita firmeza no atendimento do ônibus e no hospital.

     Quero também aproveitar esta oportunidade para pedir auxílio, para aqueles que tiverem acesso a esse documento, que ajudem esta instituição com doações. Só assim esta coisa maravilhosa poderá permanecer e até mesmo ser ampliada.”

 


  • Celso de Abreu Lemos – Examinado pela Equipe do Instituto Valentim através da Unidade Móvel, em 08 de agosto de 2007.

     “Eu Celso de Abreu Lemos, fui atendido no ônibus (Unidade Móvel do Instituto Valentim) que visitou a Empresa CASFIL, situada em Santo André. Durante o exame foi detectado um problema em minhas cordas vocais, suspeito de câncer. Fui submetido a uma cirurgia, cujo resultado graças a Deus, não deu nada de ruim, ou seja, câncer. Sou fumante e ex-alcóolatra, fui muito bem tratado no Instituto do Câncer Dr. Arnaldo Vieira de Carvalho como nunca fui pelo meu próprio convênio.

     Tenho muito a agradecer ao INSTITUTO VALENTIM, e ao Dr. Paulo Jorge Valentim, que só tem ajudado aos menos favorecidos com aquele ônibus, que não cobra nada, por que sai tudo do seu bolso e dos seus colaboradores. A nossa obrigação é dar uma força para essa ONG, contribuindo com doações para que eles possam continuar com a sua batalha. Só tenho o que agradecer por tudo o que eles têm feito por todos”.

 


Os depoimentos aqui expressos não representam obrigatoriamente as opiniões do Instituto Valentim.

 


 

 

 

 

 


 

 
Visitante Nº:

Redes Sociais